20/05/17

Coro do Mosteiro de Grijó em Ovar - 28 de maio

No dia 28 de maio (domingo), às 21h30, terá lugar na Igreja Matriz de Ovar o concerto "Florilégio Mariano", pelo Coro do Mosteiro de Grijó, onde é pároco o P.e António Coelho, que foi coadjutor de Ovar.

O Coro do Mosteiro de Grijó atuando, recentemente,
na Igreja de São Vicente de Pereira
FOTO: MPB

O programa, de alto nível, é constituído por música clássica dedicada a Nossa Senhora, oferecendo números de autores célebres, desde o século XIII ao séc. XX.
Compareça e traga a sua família e seus amigos.

15/05/17

Escultor Luís Ferreira de Matos recria São Cristóvão

Está a ser fundida em bronze a imagem de São Cristóvão, esculpida por Luís Ferreira de Matos, para a frontaria da Igreja Matriz de Ovar. A antiga escultura, em pedra ançã, ficará exposta no interior da Igreja, como aconselham os entendidos em Arte, para que seja preservada da destruição.

SÃO CRISTÓVÃO
Escultura de Luís de Matos

Foto: Manuel Pires Bastos
LUÍS DE MATOS
Foto: M. Pires Bastos
Por feliz coincidência, o escultor Luís Ferreira de Matos, natural de Arada e com obra de reconhecido mérito internacio­nal, quis presentear a Paróquia de Ovar com uma nova e bela imagem do seu padroeiro (ainda em gesso, na foto), adequando-a à dimensão do nicho da atual igreja. Não esqueçamos que a antiga imagem, do século XV, deverá ter sido dimensionada para nichos mais pequenos, condizentes com as dimensões da igreja da então, chamada Paróquia de São Cristóvão de Cabanões, com sede primeiro na capela de S. João e depois no largo que fica à sua ilharga, do outro lado da estrada.

A Paróquia de Ovar conta com boas vontades para a rápida execução da imagem.

A antiga imagem de S. Cristóvão desde os al­vores da nossa nacionalidade acompanhou a vida cristã da Paróquia de Ovar, que o escolheu como padroeiro, primeiro com o nome de S. Cristóvão de Cabanões(1) e, depois, quando da sua mudança para a atual localização, como S. Cristóvão de Cabanões da vila de Ovar e, finalmente, S. Cristóvão de Ovar(2).
Porque essa preciosa imagem quinhentista de S. Cristóvão [foto, em baixo] apresentava graves problemas de conservação, devido à sua prolongada exposição às inclemências do tempo, e em ordem a salvaguardar a sua integridade, foi ela sujeita a um cuidadoso trabalho de limpeza e de fixação por parte de pessoa perita na matéria, aguardando o momento de ocupar um lugar de honra no interior da sua casa. M. P. B. 

Notas:
(1) Cabanões e Muradões são referidas num documento de 1026, ligado a um ato de pirataria praticado por normandos. (Clique AQUI para ler este texto)
(2) São de 1588 os assentos paroquiais que registam este título.


SÃO CRISTÓVÃO
Escultura em pedra ançã
Igreja Matriz de Ovar
(séc. XV-XVI)

Foto: Fernando Pinto

O PADROEIRO DE OVAR

Desde há oito séculos, pelo menos, que S. Cristóvão é o Padroeiro de Ovar. 
À sua vida real, desconhecida, sobrepõem-se duas versões lendárias. 
Uma, de origem grega, apresenta-o como um bárbaro, convertido ao cristianismo. Alistado no exército imperial de Roma, quiseram os seus superiores que renegasse a fé. Recusando-se a tal, foi supliciado e morto.

Segundo a versão lendária ocidental, Cristóvão era um gigante, com a mania das grandezas. Colocando-se ao serviço de um rei que lhe afiançaram ser o mais poderoso do mundo, jurou que jamais aceitaria servir outro. Porém, desfeiteado e ferido no seu orgulho ao saber que Satanás era muito mais poderoso do que o rei que ele servia, logo se colocou ao seu serviço. 
Finalmente, ouvindo dizer, por um monge eremita, que Cristo era muito mais poderoso, pediu-lhe que o preparasse a fim de O conhecer melhor e de O servir. Foi aí que o ermitão o convenceu de que Deus apreciava os homens não pela força muscular, intelectual ou outra, mas pela bondade que mostravam para com o próximo. 
Cristóvão, não obstante a arrogância e o orgulho a que se tinha habituado, acabou por entender a mensagem. A partir de então, dedicou a sua vida ao serviço do próximo, atravessando pessoas entre as duas margens de um rio. 
Aconteceu que, numa noite escura e tempestuosa, um menino lhe pediu que o transportasse. O gigante pegou nele com facilidade, repetindo, pela milésima vez, aquele gesto benfazejo. Só que, a meio da travessia, algo de muito estranho passou a tolher-lhe as forças, vergando-lhe as pernas. Não era a força da correnteza nem nenhuma doença súbita a roubar-lhe as forças. Era o menino que pesava cada vez mais!... 
A custo, intrigado e quase exausto, prestes a dar parte de fraco, lá conseguiu chegar à margem. Já a salvo, desabafou:  «O mundo não é mais pesado do que tu, meu rapaz! Nunca vi coisa assim. Afinal, quem és tu?». 
– «Tiveste às costas mais do que o mundo inteiro» – respondeu o menino. «Transportaste o Criador dele. Sou Jesus a quem tu serves». 

Segundo esta lenda, Cristóvão, que já servia os outros com dedicação e amor, passou a entregar-se ainda mais à sua tarefa, pois percebeu que ao carregar os outros às costas era como se transportasse o próprio Cristo. 
Serviu até dar a vida, sofrendo o martírio, em data incerta do séc. III. 
Bem se lhe podem aplicar as palavras de Lacordaire, por certo também inspiradas no significado etimológico do nome deste santo: 
– «Cristão é todo o homem a quem Cristo confiou os outros homens». 

S. Cristóvão e a devoção popular 

É o patrono dos viajantes motorizados e das crianças nos seus triciclos. É comemorado, segundo o martirológio, em 25 de Julho. A imagem enorme deste “porta-Cristo” encontra-se na parede de muitas igrejas do Ocidente. A devoção popular achava que quem olhasse S. Cristóvão (na sua imagem) estava resguardado de qualquer desgraça para esse dia. Por isso era representado com enormes dimensões, a fim de poder ser visto à distância. 


14/05/17

Vida Paroquial

Semana da Vida
Começa hoje, dia 14 de maio, a "Semana da Vida", com o tema "Com Maria cuidar da alegria da vida". Clique AQUI para consultar o guião.

CLIQUE no cartaz
Semana da Família
Celebra-se em 11 de junho, no Pavilhão de Desportos e Congressos de Matosinhos, o 16.º Dia Diocesano da Família, centrado no tema "Matrimónio num caminho de alegria".
Aberto a todos, é especialmente dedicado aos casais que perfazem neste 10, 25, 50 e 60 anos de Matrimónio. Estes casais deverão fazer a sua inscrição na respetiva paróquia até 27 de maio, e participar na preparação em data a marcar.

Maria e as aparições
Sexta-feira, 19 de maio, às 21 horas, no Salão Paroquial de Cortegaça, haverá uma conferência sobre Maria e as aparições, inserida no projeto da Vigararia sobre o Centenário de Fátima.

13/05/17

"Maria, mar e outras invocações"

CLIQUE NO CARTAZ PARA VER O PROGRAMA

"Maria, mar e outras invocações"
Teve início em 21 de abril, no Centro Cívico de Arada, o ciclo de manifestações culturais “Maria, o mar e outras invocações”, que a Vigararia Espinho/Ovar decidiu promover nas diversas freguesias desta zona marítima da Diocese do Porto, como participação concreta desta parcela das Terras de Santa Maria na celebração do Centenário de Fátima.

FOTO: MPB

O Professor Vítor Teixeira, da Universidade Católica do Porto, e o Bispo Auxiliar do Porto D. António Augusto Azevedo foram os principais intérpretes dos objetivos desta manifestação cultural da piedade popular, lembrando alguns dos títulos com que o povo destas 14 paróquias da beira-mar invoca a sua proteção.
Esses títulos e as respetivas imagens estão patentes em outros tantos cartazes que bordejavam o vasto Salão do Centro Cívico de Arada: N.ª Sra. do Desterro (Arada), N.ª Sra. da Graça (Ovar), N.ª Sra. da Ajuda (Espinho e S. João de Ovar), N.ª Sra. da Guia (Paramos e Guetim), N.ª Sra. da Saúde (Maceda), N.ª Sra. do Mar (Silvalde), N.ª Sra. do Amparo (Válega), N.ª Sra da Assunção (Esmoriz), N.ª Sra. da Nazaré (Cortegaça), N.ª Sra. da Boa Viagem (S. Vicente de Pereira e S. Pedro de Ovar), N.ª Sra. dos Altos Céus (Anta).

FOTO: MPB

Abriu a sessão o padre Vítor Nelson, de São João de Ovar e São Vicente de Pereira, que apresentou os intervenientes na sessão: o grupo coral da paróquia, que interpretou dois cânticos à Nossa Senhora, o padre Nuno Oliveira, pároco de Paramos e Vigário da Vara, e os dois principais intervenientes, Prof. Vítor Teixeira e D. António Augusto, que se congratularam por esta feliz iniciativa.
Estiveram presentes o vice-presidente da Câmara, Domingos Silva, Bruno Oliveira, presidente da União de Freguesias de Ovar, e os diversos párocos da Vigararia.
A próxima jornada desta iniciativa será em Ovar, em 5 de maio (18 horas), com abertura na Casa-Museu da Ordem de São Francisco em Ovar.

FOTO: MPB


Nossa Senhora da Graça - Paróquia de São Cristóvão de Ovar

CLIQUE NA GRAVURA

A exposição 
“Maria, o mar e outras invocações”
em Ovar

Santa Maria é o título mais antigo que os cristãos utilizaram para evocar a Mãe de Jesus, título esse que se manteve ao longo dos séculos, como se comprova na designação de Terras de Santa Maria atribuída ao território a sul do Douro quando da reconquista cristã. Entretanto, outros títulos foram dados à Virgem, como os da ladainha em sua honra e os que evocam as suas virtudes e até locais em que lhe dedicaram um santuário.

O pároco de Ovar, P.e Manuel Pires Bastos, abrindo a exposição na Casa-Museu
de Arte Sacra da Ordem Franciscana Secular de Ovar

FOTO: António Dias

Cumprindo o programa elaborado pela Vigararia de Ovar/Espinho, foi inaugurada em 5 de maio, na Casa-Museu de Arte Sacra da Ordem Franciscana Secular de Ovar, continuando até ao dia 28, a exposição “Maria, o mar e outras invocações”, constituída por 14 painéis com a imagem representativa de cada uma das paróquias, sendo a de Ovar Nossa Senhora da Graça. Abriu a sessão o pároco, padre Manuel Pires Bastos, seguindo-se no uso da palavra o Vigário da Vara, padre Nuno Monteiro, pároco de Paramos, que referiu ser bem notória a devoção da nossa gente a Nossa Senhora, com os títulos mais variados, alguns deles ligados à vida no mar.

O Vigário da Vara, P.e Nuno Monteiro, pároco de Paramos,
falando sobre o culto de Nossa Senhora

FOTO: António Dias

FOTO: António Dias

A exposição "Maria, mar e outras invocações" pode ser apreciada até ao
dia 28 de maio de 2017

FOTO: MPB

Na Capela de N.ª Sr.ª da Graça, após a audição de dois números musicais dedicados a Maria cantados por Ana Andrade, com acompanhamento de Rui Manarte, o pároco lembrou a história desta capela e do seu culto, associando esta atividade da Vigararia à celebração do Centenário das aparições de Fátima. O título “Senhora da Graça” terá sido o primeiro a dar origem, no século XV, em Ovar, a um templo mariano.
Era a época em que esta vila assumia o seu poder administrativo, até aí exercido pela antiga vila e concelho de Cabanões. Segundo uma tradição local referenciada por Frei Agostinho de Santa Maria no seu “Santuário Mariano”, datado de 1714, teria sido à volta de 1438 que o povo local, devido à proteção da Virgem (cuja imagem, em pedra, data desse período), lhe levantou a primeira capela, substituída, em 1660/1668, por uma segunda, mais elevada em relação ao rio, com altares em estilo da época (o barroco), e por uma terceira, a atual, ainda mais alteada em 1897, de acordo com nova elevação da estrada.  P.B.


A homenagem a Nossa Senhora terminou na capela de N.ª Sr.ª da Graça,
com um pequeno concerto, e a celebração da Eucaristia, presidida pelo Pároco. 
Na imagem: Ana Andrade e Rui Manarte cantando a Maria. 
FOTO: David Tavares

FOTO: MPB


Clique AQUI para ler
sobre o culto de Nossa Senhora

Clique neste link para ler

Nossa Senhora da Graça – Entre a Lenda e a História


10/05/17

Encantos da Indochina - À descoberta do Vietname



PROGRAMA:
De 20 a 30 de agosto de 2017
Dia 20 (domingo) – Istambul (4h30).
Dia 21 - Istambul – Hanói (9h00).
Dia 22 - Hanói: vista ao mausoléu de Ho Chi Minh; Pagode de Pilar, construído em 1049; Museu de Belas Artes; Templo da Literatura, que foi a primeira universidade do Vietname, por volta de 1076; passeio em tuc-tuc ao bairro típico das 36 ruas; marionetas sobre a água.
Dia 23 - Hanói: cruzeiro a Halong Bay, Património Natural da Humanidade pela UNESCO (campos de arroz, grutas e ilhéus, jantar e noite a bordo).
Dia 24 – Continuação do cruzeiro: ilhas de Tuan Chau, Gruta da Surpresa. Regresso a Hanói e partida para Hoi An e alojamento no hotel.
Dia 25 - Visita a My Son (Património da Hunanidade, na foto) e a Hoi An.
Dia 26 - Hue: vista à Montanha de Mármore.
Dia 27 - Hue: passeio de barco pelo Rio Perfume, vista ao Pago de Thien Um, visita ao mausoléu do Imperador Minh Mang e ao Túmulo Imperial de Kahi Dinh, partida para Ho Chin Minh.
Dia 28 - Ho Chin Minh (antiga Saigão): Delta de Mekong e passeio de barco no rio Tien.
Dia 29 - Ho Chin Minh: tuneis de Cu Chi, subterrâneos utilizados na guerra com os EUA; mercado de Bem Thanh. Embarque para Istambul (refeição e noite a bordo)
Dia 30 - Istambul – Porto. Transporte em autocarro privado para Ovar.

O programa é elaborado por uma agência de viagens e pela Paróquia de Ovar. 
Informações pelo telefone 256574173.

29/04/17

Jornal “João Semana” recebido no Palácio de Belém

Marcelo Rebelo de Sousa, dirigindo-se ao Diretor do “João Semana”, P.e Manuel 
Pires Bastos, indagando o sentido do curioso título deste periódico ovarense

Na tarde de 25 de abril foram agraciados no Palácio de Belém, pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, os 31 periódicos portugueses com mais de um século de existência – entre os quais se conta o jornal “João Semana”, com 103 anos – que esperam ver concretizado o propósito de a Imprensa Centenária de Portugal ser reconhecida pela Organização das Nações Unidas como Património Cultural Imaterial.

LEIA a notícia nas páginas 1 e 2
do jornal ovarense “JOÃO SEMANA”
(1 de maio de 2017)

CLIQUE NA FOTO PARA AUMENTAR

Clique AQUI 
para ver a reportagem publicada
no sítio da Presidência da República
(Imagens e Multimédia/Vídeo)




Clique AQUI
para ler o livro que foi oferecido ao Presidente da República,
Marcelo Rebelo Sousa, onde figura o jornal ovarense "JOÃO SEMANA" (
fundado em 1914). O texto está na pág. 57 do PDF.

A equipa do´“João Semana” está de parabéns!

Jornal ovarense JOÃO SEMANA - 1 MAIO 2017




[CLIQUE NO LINK]
Rotary solidário com Bombeiros
Ecos da Páscoa em Ovar
“Maria, o mar e outras invocações”

NO INTERIOR:
União de Freguesias com contas aprovadas
Estação de Ovar: requalificação só em 2020
Programa da visita do Papa a Fátima
“Palavras com Sentido” n.º 29
Figuras típicas – O Tunda
Inteligência – virtude ou capacidade?
(Entre outras notícias e artigos)

Se quiser ser assinante (jornal em papel ou em PDF, a cores)
envie-nos o seu nome e morada para o nosso e-mail 

21/04/17

Bodas de Prata de Diaconado

António Poças e Djalma Marques
Foi há 25 anos, em 26 de abril de 1992, que foram ordenados por D. Júlio Tavares Rebimbas, na catedral do Porto, os primeiros Diáconos Permanentes da Diocese, entre os quais se contavam dois pertencentes ao concelho de Ovar: António Poças e Djalma Marques, o primeiro residente em Ovar, e o segundo em Esmoriz.
No próximo dia 26 será comemorada essa data com uma solene Eu­caristia de ação de graças na Sé, sob a presidência do atual Bispo D. António Francisco dos Santos.
No dia 29, a Paróquia de S. João de Ovar, lembrará esta data festiva na Eucaristia das 9h30.
Ao diácono Poças, que desde há muitos anos tem enriquecido as páginas do “João Semana” com a sua colaboração literária, endereçamos os nossos cumprimentos, que o são também da Paróquia de Ovar, que lhe deve profundo reconhecimento.

António Poças lança livro “Entre a lagoa e o canal”
Em 31 de março, perante grande nú­mero de amigos e admiradores, foi apre­sentado por Clara Casaca a terceira obra literária de António Poças, o romance “Entre a Lagoa e o Canal”, inspirado nas suas experiências de 18 anos de vida em Moçambique, onde fez os seus estudos.
Lê-se na abertura do livro, de 312 páginas: Leia “Entre a Lagoa e o Ca­nal” e encontrará no romance histórias e dramas vivos de pessoas concretas. Umas venceram; outras, obtiveram o reconhecimento da sua diferença. Pense que o maior “pecado” é o da tacanhez de espírito.
Presidiu à sessão de encerramento Domingos Silva, vice-presidente da Câ­mara Municipal.

15/04/17

Pintando Primavera

FOTO: FERNANDO PINTO

PÁSCOA

À tua volta,
aves à solta
ensaiam voos
pintando telas
na luz que irrompe
dos céus.
Louvado Deus!
Não pares, sobe,
voa com elas.
Há uma nuvem
à tua espera
para pintares
a Primavera.

(M. P. B.)


Clique na foto para aumentar
Veja mais fotos AQUI

08/04/17

Procissões Quaresmais de Ovar 2017



Das Cinzas à Páscoa

PROGRAMA:
12 de março (15 horas) - Procissão dos Terceiros (Cinzas)
26 de março - Procissão dos Passos (15h00)
13 de abril - Ceia do Senhor (20h) - Terro-Terro (21h30)
14 de abril - Via Sacra (7h30), Veneração da Cruz (19h)
e Enterro do Senhor (20h30)
15 de abril - Vigília Pascal (21h30)

Procissão do Terro-Terro 
FOTO: Fernando Pinto

Se quer manter, e até rejuvenescer as Procissões Quaresmais, colabore na sua preparação e na sua realização. A Fraternidade Franciscana, a Irmandade dos Passos e a Paróquia de Ovar esperam a vossa aderência.

02/04/17

Via Sacra Jovem


Na tarde de 2 de abril, as crianças e adolescentes da Catequese foram os intérpretes vivos de uma expressiva Via Sacra levada a efeito na Igreja Matriz de Ovar, em que foram momentos mais expressivos da Paixão de Jesus Cristo.






Julgamento no Tribunal de Pilatos, Tomada da Cruz e quedas de Jesus, Encontro de Jesus com Sua Mãe, Verónica limpando o rosto de Cristo, Mulheres de Jerusalém, Calvário e Ressurreição de Jesus.
Grupos de crianças acompanharam a ação com movimentos e expressões artísticas.

Fotos: MPB

Concerto na Igreja Matriz de Ovar - 24 de março de 2017

Na noite de 24 de março, na Igreja Matriz, os irmãos Maria (11 anos) e Francisco Santos Pinto (15 anos, violino a solo e com piano) proporcionaram aos presentes na Igreja Matriz um admirável concerto, com um exigentíssimo programa:

Maria Santos Pinto: Bach: Invenção a três vozes n.º 6 ; Beethoven: Sonata para piano op 79, 1.º andamento; Mozart: Fantasia em Ré m. [vídeo]



Francisco Rafael Santos Pinto: Bach: Adágio e Fuga da primeira sonata para violino solo; Wilhelmj: Aria da quarta corda; César Franck: recitativo da sonata para violino e piano; Paganini: Caprichos 9 e 8; Mendelsohn: Concerto primeiro andamento; Tchaikovsky: Melodia; Schubert: Ave Maria.[Clique em play para ver os vídeos]




Clique AQUI
para ver mais vídeos deste concerto

Passos para uma Igreja renovada

Imagem de Nosso Senhor dos Passos
FOTO: Fernando Pinto
Porque no exterior o tempo não deu tréguas, foi no aconchego da Igreja Matriz de Ovar que se celebraram este ano, no último domingo, 25 de março, os “Passos do Senhor”.
Com as imagens expostas ao fundo do templo, elevadas nos seus andores, com os rostos iluminados pela dor sofrida e resignada, o Senhor dos Passos e Nossa Senhora das Dores foram acolhendo os devotos, enquanto os elementos do Clero, as Irmandades, os acólitos e os coralistas se preparavam para as cerimónias, marcadas para as 15 horas.
Após o cântico da entrada – Misere mei Deus secundum magnam misericordiam tuam – executado a vozes pelo Coral Sacro do Orfeão de Ovar, que todos os anos se oferece generosamente para prestar este serviço, a celebração prosseguiu sob a presidência do pároco, padre Bastos, ficando a pregação a cargo do padre Manuel Augusto Marques Oliveira, vigário paroquial de Avanca.
Tomando como tema “Vivei como filhos da luz, porque a fonte da luz é a bondade, a justiça e a verdade” (Carta de S. Paulo dos Efésios, 5, 8-14, da liturgia desse domingo), o orador desenvolveu, de forma admirável, essa asserção doutrinária, mostrando-a traduzida no exemplo não só de Je­sus Cristo, o Senhor dos Passos, e de sua Mãe, que o Evangelho mostra estar presente nos momentos mais decisivos de seu Filho, mas também na atitude de comunhão de vários personagens que ficaram indelevelmente ligados à Paixão de Cristo – o Cireneu, a Verónica, as mulheres de Jerusalém, figuras que nos apontam valores e virtudes que qualquer cristão deve procurar e desenvolver.

Passo do Horto e Pretório (Igreja Matriz de Ovar)
FOTO: Manuel Pires Bastos

A Verónica (Ana Margarida Sousa)
FOTO: Fernando Pinto

No final da reflexão, e antes das orações finais, ouviram-se dois cantos tradicionais das nossas procissões: “Bajulans sibi crucem”, pelo Coro Sacro, e o Canto da Verónica, pela jovem Ana Margarida: “Ó vós que passais pelo caminho olhai e vede se há dor igual à minha”. Um convite a que meditemos na Paixão de Cristo e vivamos a sua Páscoa.

Imagem de Nossa Senhora das Dores
FOTO: Fernando Pinto

Apesar da tarde chuvosa, foram muitos os visitantes das sete capelas dos Passos, primorosamente ornamentadas pelas suas incansáveis zeladoras, a quem a Irmandade dos Passos e a Paróquia agradecem, bem como à Fraterni­dade Franciscana, na pessoa dos seus dirigentes e colaboradores, e do antigo Ministro Porfírio Ferreira, a quem muito se deve o brilho deste dia festivo.

22/03/17

Passo-a-rezar


Clique AQUI para ouvir 

O Passo-a-Rezar, sítio criado e desenvolvido pelo Apostolado da Oração - Rede Mundial de Oração do Papa, oferece, há 7 anos, orações diárias na Internet, baseadas no conceito “Não pares para rezar”.

19/03/17

Procissão dos Terceiros – Ovar 2017


Terceiros mostram espírito vareiro

Uma ventania incómoda, proverbialmente ligada à Procissão dos Passos, veio, quinze dias antes, acompanhar a Procissão dos Terceiros, que anualmente e desde há quatro séculos sai da Igreja Matriz de Ovar no 2.º domingo da Quaresma. Registe-se que das muitas procissões da Ordem Terceira Franciscana que outrora se realizavam no país após a Quarta-feira de Cinzas, a de Ovar é a única que anualmente sai à rua .


Frei Daniel Teixeira
Foram centenas os fiéis que a partir das 15 horas participaram nas cerimónias da Matriz, com uma oração inicial pelo Pároco e com uma breve reflexão por Frei Daniel Teixeira, do Convento de Montariol, Braga, presidente do Centro de Franciscanismo de Portugal, que se referiu ao testemunho de fé que nos legaram São Francisco de Assis  e muitos homens e mulheres que se inspiraram no seu exemplo de vida e cujas imagens seguiram, com a do Poverello, a percorrer as ruas centrais da cidade, acompanhadas por uma multidão de devotos, Fraternidades Franciscanas – Vila Real, Roriz (Santo Tirso), Gondomar, Regadas (Fafe), Penafiel, Azurara (Vila do Conde), Faria e Negreiros (Barcelos), Lamego, Anjos e Amial (Porto) e Leça da Palmeira –, associações Religiosas locais – Irmandades do Santíssimo de Ovar, São João de Ovar e Válega –, Grupo de Escuteiros, e Banda Filarmónica de Ovar, bem como o presidente e o vice-presidente da Câmara Municipal, o Presidente da União de Freguesias de Ovar, e dirigentes dos Bombeiros Voluntários. Texto: Padre Bastos

Leia a reportagem "Vento quaresmal traz mensagem de 'Paz e Bem' aos fiéis", na edição de 15 de março de 2017 do jornal "JOÃO SEMANA" (texto e fotos do jornalista Fernando Pinto)



15/03/17

Vida Paroquial

Vigararia Ovar|Espinho no Centenário de Fátima
Como forma de participação ativa na celebração jubilar do Centenário das Aparições de Fátima, estão previstas na Diocese do Porto celebrações específicas ao longo dos próximos meses. Assim, está a ser preparada uma pequena exposição itinerante do culto mariano na Vigararia Espinho|Ovar,  a iniciar em Arada, em abril, seguindo-se a paróquia de Ovar a partir de 5 de maio. Em 7 de setembro terá lugar uma peregrinação diocesana a Fátima.

Valongo visita Paróquia de Ovar 
Um grupo de visitantes de Valongo foi recebido na Igreja Matriz em 12 de março, com o objetivo de conhecerem a sua história e as suas obras de arte com a ajuda do seu guia, Dr. José Augusto Costa, que bem conhece a riqueza patrimonial de Ovar por ter aqui desenvolvido trabalhos de investigação.

Preparação para o Matrimónio 
Preparação para o Matrimónio Os noivos que pensam realizar o seu casamento católico neste ou no próximo ano, devem inscrever-se nas respetivas paróquias para a frequência dos encontros projetados pelo Centro de Preparação para o Matrimónio.

Confissões Quaresmais 
Em cada uma das Igrejas Paroquiais há um dia dedicado ao Sacramento da Reconciliação (Confissões Quaresmais), às 9h00 e às 21h00. 
15/3 - S. Pedro de Ovar 
21/3 - Válega 
22/3 - Ovar (S. Cristóvão) 
23/3 - Arada 
28/3 - S. João de Ovar 
29/3 - S. Vicente de Pereira

Jornal JOÃO SEMANA - 15 MARÇO 2017


Clique AQUI
para ver os títulos e as outras capas

14/03/17

Oblata Paroquial




Cumpra, por favor, com generosidade, o seu dever de contribuir com a oferta anual (Oblata) destinada a suportar os encargos com as instalações e funcionários da Paróquia de São Cristóvão de Ovar.

08/03/17

Artigos do jornal ovarense JOÃO SEMANA - 9 anos


Neste sítio estão a ser facultados desde o dia 8 de março de 2008 (há 9 anos) alguns artigos publicados no jornal JOÃO SEMANA.

O 1.º artigo foi publicado no Dia Internacional da Mulher (8 de março). Clique nos links, a azul.


Mulher vareira – Beleza que vem de longe, de António Pinho Nunes



Clique AQUI para consultar a lista dos 261 textos